Configurar App Cards

Os App Cards são um formato especializado para ajudar os usuários a visualizar seu aplicativo de maneira atraente e com conteúdo mídia avançado. Você pode criar App Cards de vídeo ou imagem na sua conta do Twitter Ads. 

 

Criar um App Card

  1. Entre em sua conta do Twitter Ads
  2. Acesse Criativos > Cards
  3. Selecione imagem ou vídeo, dependendo do formato que você deseja criar
  4. Crie seu card:
    1. Adicione o vídeo ou a imagem de acordo com as especificações obrigatórias.
    2. Escolha seu território principal na App Store.
    3. Selecione seu call-to-action.
    4. Escolha seu aplicativo. Seu aplicativo já deve estar no Gerenciador de Aplicativos.
    5. Atribua um nome ao Card. Esse nome não ficará visível no Tweet final.
  5. Clique em "Criar"
  6. Depois que você criar seu App Card, ele aparecerá na sua biblioteca de cards.
  7. Lá, selecione o card e crie um Tweet!
 

Tweetar seu App Card

Depois de criar o card, é necessário adicioná-lo a um Tweet para usá-lo em uma campanha. Sozinhos, eles não formam unidades de anúncio completas. 

  1. Acesse Criativos > Cards
  2. Filtre para "App Cards" no canto superior direito.
  3. Selecione imagem ou vídeo, dependendo do tipo de card que você deseja usar
  4. Passe o cursor sobre o App Card selecionado para exibir os botões de ação
  5. Escolha o botão "Tweetar" 
  6. Você será direcionado ao Editor de Tweets. Aqui, você poderá inserir o texto desejado no Tweet e visualizar a aparência do Card.
  7. Clique em "Tweetar"!

Depois de criar o Tweet com o App Card, você poderá adicionar o Tweet às campanhas.

As quatro versões do App Card serão renderizadas apenas em mobile, e não em desktops.

 

Perguntas frequentes

O que devo definir como meu território principal na App Store?

Defina o território principal no qual seu aplicativo está disponível. Usamos essas informações para verificar o ID do aplicativo.

Se você não sabe ao certo qual é o território principal do seu aplicativo, tente selecionar os Estados Unidos. 

Se você está fora dos Estados Unidos, preencha o território onde seu app foi inicialmente disponibilizado. Isso não limitará onde você pode segmentar seu anúncio. As IDs do aplicativo podem ser iguais para vários países, desde que essa versão do seu aplicativo esteja disponível em tal país.

O que é um link profundo?

Um esquema de links profundos é semelhante a um domínio de um website, porém ele permite que os usuários iniciem um aplicativo e serve como o esquema base para links profundos completos (veja abaixo). Por exemplo, digite twitter:// no navegador da Web para celular e toque em "Ir". Se o aplicativo do Twitter estiver instalado, ele abrirá o aplicativo no seu celular.

No contexto de um App Card no iOS, adicionar esquemas de links profundos à configuração do seu card permite que o Twitter reconheça se um aplicativo está instalado e que os usuários abram o aplicativo diretamente do Twitter. É claro que, se o aplicativo não estiver instalado, o App Card direcionará o usuário para a App Store, onde ele poderá fazer download do aplicativo.

Um esquema de links profundos também é necessário para ativar as "Notificações de Instalação" no iOS. Essas notificações são avisos que ocorrem no Twitter quando o download de um aplicativo é concluído e são destinadas a solicitar a ativação do seu aplicativo.

Para obter o esquema de links profundos do seu aplicativo:

Para iOS

Para que seu aplicativo responda a solicitações para abrir URLs corretamente, será necessário adicionar um esquema de URL ao arquivo s.plist do aplicativo. Os padrões de nomenclatura comuns para esse esquema incluem DNS reverso ou simplesmente nomedomeuaplicativo://.

Procure a seção de tipos de URL do arquivo s.plist do seu aplicativo. Se ela não existir, você poderá adicioná-la. Se você nunca editou os tipos de URL, ela deve ser um array com um único item, um dicionário com a chave "URL Identifier". Clique no botão + associado ao dicionário para adicionar uma seção “URL Schemes”, que é outro array, e adicione seu esquema a esse array. Você pode adicionar quantos esquemas personalizados quiser. Mais informações podem ser encontradas aqui.

No representante do seu aplicativo, você pode adicionar lógica ao application:openURL:sourceApplication:annotation:method para obter o URL de entrada (que você especificou no seu Card) e analisá-lo dentro do aplicativo.

Para Android

As informações de link profundo são transmitidas ao seu aplicativo como parte dos dados de intenção. Você pode adicionar um filtro de intenção às atividades de entrada relevantes no seu aplicativo. O filtro de intenção terá esta aparência:

  1. @string/filter_title_viewcardcontent”>

  2.        <action android:name=”android.intent.action.VIEW” />

  3.        <category android:name=”android.intent.category.DEFAULT” />

  4.        <category android:name=”android.intent.category.BROWSABLE” />

  5.        <!— Aceita URIs que começam com “example://action” —>

  6.        <data android:scheme=”example”

  7.              android:host=”action” />

  8.    </intent-filter>

Uma explicação mais completa pode ser encontrada na documentação para desenvolvedores do Google.

Quais são as especificações dos App Cards?

Oferecemos quatro tipos de App Cards: 

  • Image App Card de 1:1
  • Image App Card de 1,91:1
  • Video App Card de 16:9
  • Video App Card de 1:1

Para ver as especificações de cada um deles, leia nossa página de especificações

Quais são as práticas recomendadas para criativos para App Cards?

Image App Card

  • Use cores vibrantes para dar destaque à imagem
  • Não coloque um conteúdo muito grande em um espaço pequeno
  • Inclua uma prévia do que a pessoa pode esperar no aplicativo
  • Não use imagens com muitas marcas compostas apenas por logotipos de empresas
  • Inclua um logotipo da App Store e da Google Play Store, se houver espaço

Video App Card

  • Inclua dicas visuais e não conte com o áudio.
  • Inclua um Card no início e no fim do vídeo que mostre os logotipos da App Store e da Google Play Store e um CTA visual para fazer download do seu aplicativo
  • Deixe claro que o vídeo é sobre um aplicativo.
  • Não mude a finalidade dos vídeos com marcas. Concentre-os no aplicativo
  • Mostre a interface/usabilidade/o que a pessoa pode esperar do aplicativo.
  • Seu vídeo deve ter de 6 a 15 segundos

Para ver mais dicas de otimização e sugestões de criativos, confira a página Otimização de instalações do aplicativo ou reengajamentos com o aplicativo . 

 

 

Outros artigos

Pronto para começar?